3 de outubro de 2014

Aborim...a fazer poesia.

Depois de conhecer o poema de José Jorge Letria, "A banda dos animais", estivemos a brincar com os nomes comuns coletivos e fizemos umas quadras:

Um pinheiro e outro pinheiro
dão pinhas para o Natal.
Quando o Pai Natal passa
deixa presentes no pinhal.
                        (Pedro Gomes)

Um ladrão e outro ladrão
Roubaram uma linda filha.
Levaram as suas jóias
e formaram uma quadrilha.

Uma árvore e outra árvore
no escuro metem medo.
Com as suas folhas verdes
formam um belo arvoredo.
                        (Vanessa)

Uma letra mais uma letra
escritas num pequeno diário.
Juntaram-se todas as letras
e formaram um abecedário.
                        (Lara)

Uma estrela mais outra estrela
fazem lembrar uma paixão
Juntaram-se a outras estrelas
e formaram uma constelação.
                        (Gabriel)

Uma pessoa mais outra pessoa
Com aspeto de anão.
Juntaram-se a outras pessoas
e formaram uma multidão.
                           (Joana Sofia)

Uma macieira mais outra macieira
juntas à beira do mar.
Nasceu outra macieira
E formaram um pomar.

Um cão mais outro cão
foram morar numa ilha
Juntaram-se a outros cães
e formaram uma matilha.
                             (Mariana Contenças)

Uma casa mais outra casa
estavam perto de um rio.
Construíram-se mais casas
e formaram um casario.

                        (Pedro Fernandes)

2 de outubro de 2014

Começou o ano...Aborim

Começou um novo ano e com ele a vontade de mostrar os nossos trabalhos e atividades realizadas na escola.
A nossa primeira partilha é a comemoração do Dia da Música e Dia do Idoso.

“A música alegra-nos os dias.” - Sara
“Devemos cantar todos os dias”. - Gabriel
“Quando tu cantas os dias ficam mais alegres.” -  Pedro
A música está dentro de nós.”- Joana
“A música enche o nosso coração de alegria.”-  Joana Sofia

Devemos:
·       Respeitar todas as pessoas idosas;
·       Perante um idoso, devemos ceder o lugar ou a passagem;
·       Incentivar as pessoas idosas a participar em atividades desportivas, recreativas e culturais;
·       Valorizar os conhecimentos das pessoas mais velhas;
·       Dar carinho e atenção aos idosos, proporcionando-lhes o aconchego familiar;
·       Assegurar os cuidados de saúde necessários às pessoas mais velhas.