26 de fevereiro de 2010

“Lenços de namorados, na EB1 elaborados!”

Analfabetos de qualquer coisa, todos são. Sabemo-lo bem. E também todos o esquecemos.

Sentindo a imprescindibilidade da intenção entre a escola ou a acção educativa e o meio e da formação simultânea das crianças, o que implica a participação de todos, a articulação entre o sistema formal e o não formal e entre estes e as demais entidades – públicas ou privadas – existentes e intervenientes no meio; a necessidade de se ponderarem os recursos, designadamente humanos, localmente existentes, ou que é possível obter, antes de se decidir a abordagem de problemas que não se dominem em profundidade para evitar as generalidades e fugir ao risco de desmotivação. A importância das atitudes dos docentes, de cuja autenticidade e maneira de ser e de agir em grande parte dependerá a eficácia da acção educativa, a noção básica de que a educação deve esforçar-se por atingir objectivos comportamentais e não só objectivos cognitivos, utilizando métodos pedagógicos que devem assegurar a passagem do “saber” ao “saber fazer”, do conhecimento à reflexão crítica.
Sustentados neste pensamento, escolhe-se artesanato para:

► Promover atitudes de cooperação e capacidade de trabalho em grupo.
► Desenvolver a destreza manual.
► Reconhecer a importância da valorização estética.
► Facilitar a assimilação de conhecimentos interdisciplinares.
► Avaliar e comunicar à comunidade os resultados da aprendizagem.





Ler, desenhar, escrever, bordar…
Conceberam… lenços de namorar!


Pedro Brandão
Professor Bibliotecário

19 de fevereiro de 2010

Trabalhinhos de Carnaval

Na semana do Carnaval realizámos alguns trabalhos de Expressão Plástica para decorarmos a nossa escola.
Cada turma pintou e recortou palhaços que foram pendurados nas salas.
Em colaboração, as duas turmas fizeram um palhaço grande com diferentes materiais
(aparas de lápis, lãs, tecidos, restos de cartolinas, papel de alumínio...), que foi exposto no nosso polivalente. E ficou bem engraçado!





Convívio Carnavalesco

A nossa festa de Carnaval foi espectacular!

Este ano disfarçámo-nos com trajes típicos das regiões que já trabalhámos no tema de área do projecto: Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro, Douro Litoral e Beira Alta. Com ajuda dos nossos professores investigámos as danças e cantigas típicas destas regiões e ensaiámo-las para apresentarmos aos nossos pais na festa de Carnaval que realizámos no dia 12 de Fevereiro no Salão Paroquial de Campo.

A azáfama foi enorme! Elaborámos quadras alusivas às regiões e ervas aromáticas já trabalhadas na área de projecto. Escrevêmo-las em cartazes para levar no Corso Carnavalesco. Elaborámos um grande cenário para decoração do palco do Salão Paroquial. Nele colocámos dois grandes palhaços que ficaram muito coloridos e engraçados.

A festa foi um encanto! Demos início à festa, desfilando da Escola até ao Salão Paroquial cantando com muita alegria, a canção de Carnaval que o professor de Música nos ensinou. À chegada ao salão, apresentámos um teatro. De seguida, cada ano de escolaridade apresentou a sua dança característica de uma das regiões estudadas.

No final, houve jantar - convívio entre todos os presentes. Apesar da noite estar fria foi muito divertida e animada. Valeu a pena!

Eis as quadras que elaborámos para os cartazes:

És minhoto,
Não sabes dançar a valsa.
Tempera o pica no chão,
com um raminho de salsa.

És minhoto,
Semeia o milho.
Cuida da tua bexiga,
bebe chá de barba de milho!

És um bom cozinheiro
Gostas da rojoada
deita-lhe loureiro
Consola a rapaziada!

És do Douro Litoral,
És do Porto ou do Benfica,
com “Tripas à Moda do Porto”,
Que bem que a barriga fica!

Se fores à Beira Alta,
Cabrito deves comer,
um belo queijo da serra,
à sobremesa deves ter.

Se fores a Trás-os-Montes,
e andares a colher castanhas,
come posta à Mirandesa,
e umas boas picanhas!

Em tempo de S.Martinho
Castanhas assadas gostais,
Toma um chá de funcho,
Combate os gases intestinais!

Deu-me uma dor de cabeça,
Uma ideia de primeira,
plantar na minha horta,
um pé de erva cidreira!

Também recolhemos alguns provérbios dos quais destacamos:
- Cada povo tem seu uso, cada roca tem seu fuso.
- Quem não semeia não colhe.


18 de fevereiro de 2010

E.B. 1 de Aguiar



O Carnaval na nossa escola começou com a confecção das máscaras em liga engessada, para que todas fossem personalizadas, pois cada uma só serve ao seu dono. Depois veio a decoração com pintura em tinta acrílica onde cada um deu largas à sua imaginação. O que acham do resultado?
Nós gostamos e divertimo-nos muito no desfile que fizemos cá em Aguiar. Também aproveitámos o desfile para sensibilizar a população para as questões do Ambiente, pois estamos no ano Internacional da Biodiversidade.

15 de fevereiro de 2010

EB1 DA SILVA - CARNAVAL 2010

Na nossa escola festejamos o Carnaval com diversas actividades, construção de máscaras, leitura de textos sobre costumes e tradições desta época e fizemos um desfile pelas ruas da freguesia.


EB1 DA SILVA - 2.ºANO - ÁREA DE PROJECTO

Um dos temas da nossa Área de Projecto é o AMBIENTE. A nossa turma tem realizado diversos trabalhos relacionados com este tema.

Um deles foi a construção destes cartazes alertando para quatro tipos de poluição: ar, solo, água e sonora.


NÃO SE ESQUEÇAM...PROTEGER O AMBIENTE É CUIDAR DA NOSSA SAÚDE!

EB1 DA SILVA - TURMA DO 2.ºANO -Experiências com o AR

Como forma de reconhecer a existência do ar e o seu movimento, construimos um vira-vento.

Foi uma experiência muito divertida.


14 de fevereiro de 2010

O Carnaval na EB1 de Alheira

"É Carnaval, ninguém leva a mal". Foram várias as actividades por nós realizadas para comemorar o Carnaval, desde a elaboração de cartazes, elaboração de máscaras, pesquisa sobre a origem do Carnaval... Sexta-feira, para pôr fim às actividades carnavalescas, cada um de nós veio mascarado de casa. Como estavamos bonitos! Até havia quem procurasse uma noiva, é verdade, não sei se conseguem ver nas imagens de desfile, mas há um cartaz que diz " NOIVA PROCURO". Desfilámos pelas ruas da nossa freguesia seguindo um carro, disponibilizado pela Associação de Pais, que anunciava e animava, com música, o nosso desfile. Após percorrermos algumas ruas da freguesia juntamo-nos no largo da igreja a fazer algumas brincadeiras. Se não fosse o frio, que se fazia sentir, até seria bem mais divertido! Da parte da tarde assistimos a um filme e por fim confraternizamos todos num lanche convívio proporcionado pelos nossos Encarregados de Educação.
Bom Carnaval




















Dia dos amigos

Na semana de 8 a 12 de Fevereiro dedicámos algum do nosso tempo a falar da amizade, o que é ser amigo. Ouvimos a história da "Bela e o Monstro" e assistimos a um DVD da mesma história. Conhecemos também a Lenda de S. Valentim e para finalizar construimos uns marcadores de leitura alusivos ao tema.




13 de fevereiro de 2010

EB1 DA SILVA - TURMA DO 2.º ANO - A GERMINAÇÃO DO FEIJÃO

A nossa turma realizou a experiência da Germinação do Feijão, foi muito interessante pois aprendemos que as plantas necessitam de água, luz, ar e calor para viver.

Numa pesquisa pela internet sobre a Germinação do Feijão encontramos este texto que ilustra bem a nossa experiência:


Fizemos uma experiência
Semeámos feijões
Com ar, calor, luz e humidade
Eles ficaram grandalhões!

Num copo com feijões pusemos
Ar, calor, luz e humidade
E o feijão cresceu
Cresceu com felicidade!

Noutro copo pusemos
Feijão, luz, calor e ar
Sem humidade
Não saíram do lugar.

Mas já noutro pusemos
Feijão, humidade, calor e ar
Cresceram depressa
Mas morreram sem tardar.

Já no último pusemos
Tudo menos ar
O feijão tentou, tentou
Mas não conseguiu respirar.

É fixe fazer experiências
Para poder experimentar
Fizemos a dos feijões
E não parámos de observar.

(Texto retirado do blogue "Traquinices")


EB1 DA SILVA - AMBIENTE - Sessão de esclarecimento sobre Resíduos

Foi realizada no dia 15 de Janeiro de 2010, por técnicos da Câmara Municipal do Ambiente, uma sessão de esclarecimento sobre Resíduos com o objectivo de sensibilizar as crianças para adopção de novas atitudes que visem a redução dos resíduos e a necessidade do seu tratamento para evitar a poluição do ambiente;








Os alunos aderiram com entusiasmo ao tema apresentado tendo participado com muito interesse no debate realizado após visualizarem o vídeo.