24 de junho de 2012

Festa de encerramento-Campo


      A festa de encerramento do ano letivo na E.B.1 de Campo é um dia que toda a comunidade educativa espera com ansiedade e alegria pelo leque variado de atividades que apresenta: teatros, esquemas rítmicos, danças, canções, marchas populares e todo o ambiente festivo e de convívio que envolve toda a comunidade educativa. É um dia cheio de alegria e emoções! É de salientar a colaboração e união de toda a comunidade escolar e educativa. Parabéns!


Marchas populares-alunos do 2º e 3º ano

22 de junho de 2012

Os Guardiões da Floresta

       No dia 8 de junho, a E.B.1 de Campo recebeu mais um encontro com um escritor. Desta vez, recebeu o escritor Evandro Morgado, que escreveu a história"Os Guardiões da Floresta". Os alunos do terceiro ano exploraram a obra do autor em sala de aula, pesquisaram a sua bibliografia e fizeram uma dramatização da parte da história que mais gostaram. Pareciam uns verdadeiros Guardiões quando proclamaram os dez mandamentos dos "Guardiões da Floresta". Foi muito interessante conhecer a obra e interagir com o autor. Esta atividade teve o apoio da BE e da Biblioteca Municipal. Aqui ficam algumas fotos da apresentação que fizemos ao autor e a todos os colegas da escola.

Alunos  do 3º ano da E.B.1 de Campo

21 de junho de 2012

A Maior Flor do Mundo

   Numa linda aldeia, vivia um rapazito chamado José juntamente com a sua humilde família.
 Um dia, ele foi passear com os seus pais e encontraram uma linda árvore. Resolveram trazer a árvore para plantar no seu quintal. Enquanto o pai retirava a árvore, o menino apanhou um inseto cuidadosamente e trouxe-o numa pequena caixinha.
   Ao chegar a casa, ao abrir a caixa deixou escapar o bichinho. O menino ficou triste e, com muita pena, resolveu tentar apanhá-lo novamente. Percorreu olivais e campos floridos perdendo de vista o inseto.
   Nisto, avistou uma linda borboleta que pousava de flor em flor e decidiu segui-la. Não conseguiu apanhá-la mas, ao subir uma colina avistou uma flor, muito murcha. Apesar de estar muito cansado, pensou salvá-la mas, ali por perto, não havia pinga de água. Então resolveu ir buscar água ao rio, que ficava distante. Como não tinha onde a trazer, fez uma concha com as palmas das suas mãos mas, como era longe, chegava ao pé da flor apenas com três gotas de água que mesmo assim, a refrescava. O menino fez este percurso vinte vezes até que, a flor começou a ficar arrebitada e a crescer cada vez mais.
   A flor começou a deitar um perfume agradável e ficou com as suas pétalas muito coloridas que pareciam as cores do arco íris. O menino já sem forças, acabou por adormecer junto da flor. Para o cobrir e para lhe agradecer, a flor deixou cair uma pétala para o resguardar do orvalho.
   Os seus pais quando deram pela sua falta, procuraram por todo o lado muito aflitos. Ao pôr do sol, olharam para a colina. Avistaram uma grande flor e foram em direção a ela. Quando lá chegaram avistaram o José a dormir profundamente junto da flor. O menino acordou, foi ter com os pais que o abraçaram com muita ternura e o levaram carinhosamente às costas. A partir daquele dia, as pessoas admiravam aquela flor que nunca mais deixaram murchar.


Nas folhas escrevemos o seguinte poema visual : 

Numa colina,
Nasceu uma bela flor!
Que o menino salvou
Com muito amor!

Formou uma concha 
Com as suas mãos
Refrescou a flor
Com muito amor!

A flor cresceu,
Com as cores do arco íris
Deitou um belo perfume,
E o menino adormeceu!

Para lhe agradecer 
Libertou uma pétala
Cobriu o menino
Com muito carinho!

Alunos do 3º ano da E.B.1 de Campo

15 de junho de 2012

Um vale de solidariedade... nas escolas do Vale do Tamel

Desafio lançado… objetivos superados!
Os Departamentos do Primeiro Ciclo e do Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas Vale do Tamel, numa proposta comum, decidiram participar na “Passadeira Solidária” integrada no projeto “Um Dia Pela Vida em Barcelos” que tem como objetivo a angariação de fundos para os programas de rastreio e serviços de apoio da Liga Portuguesa Contra o Cancro.
A ideia consistiu na decoração de quadrados de tecido pelas crianças do pré-escolar e pelos alunos do Primeiro Ciclo de todas as escolas e jardins-de-infância do nosso Agrupamento durante o terceiro período, com o objetivo de construir uma passadeira em cada unidade educativa. Os quadradinhos foram decorados, na sua grande maioria, em parceria com os pais e encarregados de educação e entregues nas escolas acompanhados de um euro cada um.
As passadeiras já estão todas prontas e serão expostas no centro de Barcelos, no dia trinta de junho, na festa de encerramento deste projeto.
No slidshow que aqui apresentamos, foram adicionadas de forma aleatória fotografias de todas as passadeiras elaboradas nas escolas do 1º ciclo. O resultado foi surpreendente pela adesão, dedicação, imaginação e criatividade demonstrada. Uns mais simples, outros mais elaborados,  em cada um, sobressai a força das mensagens de encorajamento para todos.


Em todo o Vale do Tamel criou-se uma verdadeira passadeira solidária… nos sentimentos, nos votos, nos desejos, afetos e orações  que ultrapassou, em muito, o número de crianças do pré-escolar e alunos do 1º ciclo.
Resta agradecer o empenho de todos: alunos, professores, pais, encarregados de educação, associações de pais e pessoas amigas que colaboraram com as escolas.


Os nossos alunos pertencem às freguesias de Aborim, Aguiar, Alheira, Alvito S. Martinho, Alvito S. Pedro, Campo, Couto, Carapeços, Cossourado, Igreja Nova, Lijó, Panque, Quintiães, Roriz, Silva, Tamel Santa Leocádia, Tamel São Pedro Fins e Tamel São Veríssimo.

13 de junho de 2012

Menção Honrosa no concurso nacional “Uma aventura literária … 2012”

A aluna Mariana da turma A (3º ano) recebeu uma Menção Honrosa no concurso nacional “Uma aventura literária … 2012” da Editorial Caminho, na categoria 1º ciclo/ modalidade texto original com “O Pinóquio adora ler”.
A aluna ficou muito feliz por receber um diploma de Menção Honrosa e um livro.
Parabéns Mariana!


A Mariana mostra o seu diploma


Pinóquio adora ler
Certo dia acordei com um barulho de uma pessoa a falar. Fui ao quarto dos meus pais e vi-os a dormir.
Fui à arca dos brinquedos e encontrei o Pinóquio a ler um livro. Espantada perguntei-lhe:
 – Posso saber o que estás a ler?
O Pinóquio respondeu-me:
 – Sim, é o livro do Capuchinho Vermelho.
Vi o livro e as letras começaram a saltar para fora. Eu e o Pinóquio apanhamos as letras e começamos a inventar histórias. Foi muito divertido e engraçado inventar histórias.
Chegou a hora de dormir e comecei a ver estrelas e cada vez que apontava para elas transformavam-se em letras.
Olhei para o céu e vi o abecedário. Vi o Pinóquio a contar as letras na lua, contou vinte e seis letras. Aquele dia foi para recordar. A partir desse dia ler é o meu passatempo preferido.  




Mariana
3ºano de escolaridade
EB1 de Cossourado

5 de junho de 2012

O Primeiro Rei de Portugal



 D. Afonso Henriques, O conquistador
Amanhã, dia 6 de junho, os alunos das escolas de Aborim, Lijó e Tamel S. Veríssimo visitarão Guimarães.
A este propósito, aqui fica este filme para alunos e não só, da autoria do Serviço Educativo do Museu Alberto Sampaio.

Trabalhos realizados pelos alunos da UEEA da Silva (Unidade de Ensino Estruturado para Alunos com Espetro do Autismo)

Animais realizados com material reciclado: 


 
Animais realizados a partir das mãos:

 

 


Cartaz do Carnaval:


 
Cartazes com as estações do ano:
outono

inverno

 primavera